Notícias de Dourados MS
Brasil

Em depoimento, procuradora agredida em Registro disse temer pela vida

Agressor, que é colega de trabalho da vítima, teve pedido de prisão decretado nesta quarta-feira (22)

Publicada em 22/06/22 às 17:35h - 2 visualizações

por CNN Brasil


Compartilhe
Compartilhar a notícia Em depoimento, procuradora agredida em Registro disse temer pela vida  Compartilhar a notícia Em depoimento, procuradora agredida em Registro disse temer pela vida  Compartilhar a notícia Em depoimento, procuradora agredida em Registro disse temer pela vida

Link da Notícia:

Em depoimento, procuradora agredida em Registro disse temer pela vida
 (Foto: CNN Brasil)

A procuradora-geral de Registro (SP), Gabriela Samadello Monteiro de Barros, disse em novo depoimento à Polícia Civil nesta quarta-feira (22) ter “muito receio não somente de trabalhar no mesmo ambiente que ele, mas também de encontrá-lo em qualquer lugar”, em referência ao também procurador do município Demétrius Oliveira de Macedo, que foi gravado agredindo a colega na segunda-feira (20), aos socos e pontapés.

Em depoimento obtido com exclusividade pela CNN, ao descrever que as agressões “só cessaram após o investigado ser contido pelos demais funcionários” e que havia “se escondido em uma sala e se trancado”, Gabriela disse à polícia acreditar que “o elemento subjetivo que animou o autor seria levá-la a óbito”. Por isso, a procuradora afirmou que, “ciente do não cabimento de medidas protetivas da Lei n.º 11.340/06, gostaria de que fosse decretada e cumprida a prisão preventiva do autor”, referindo-se à Lei Maria da Penha.

Gabriela foi alvo das agressões de Demétrius Macedo na segunda-feira (20), dentro da repartição em que ambos trabalhavam. Imagens do caso vieram a público ontem. No dia do ataque, foi registrado um boletim de ocorrência, mas o procurador não foi preso em flagrante e acabou sendo liberado. Hoje, após o novo depoimento da procuradora, o delegado Daniel Vaz Rocha, do 1º Distrito Policial de Registro, fez o pedido de prisão preventiva de Demétrius ao juiz Raphael Ernane Neves, da 1ª Vara Criminal da cidade.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (67)999683403

Visitas: 22998
Usuários Online: 12
Copyright (c) 2022 - Dourados Urgente - A INFORMAÇÃO COM CREDIBILIDADE!